PESQUISE NESTE BLOG

segunda-feira, 21 de setembro de 2020

Estudo Dirigido: As atribuições privativas presentes no exercício profissional do Assistente Social: uma contribuição para o debate, de Mabel Mascarenhas Torres

ESTUDO DIRIGIDO:

ATRIBUIÇÕES PRIVATIVAS PRESENTES NO EXERCÍCIO PROFISSIONAL DO ASSISTENTE SOCIAL: UMA CONTRIBUIÇÃO PARA O DEBATE, DE MABEL MASCARENHAS TORRES 


1.      Como a autora define a concepção de atribuição privativa do Assistente Social?

      Como está explícito as atribuições privativas dizem respeito a pertinências desenvolvidas pelo profissional de serviço social e que são reconhecidas no seu cotidiano profissional. Essas atribuições devem ser vistas como elementos facilitadores para o estabelecimento do exercício profissional. São, portanto, um conjunto de conhecimentos particulares e especializados, a partir dos quais são elaboradas respostas concretas às demandas sociais.

 

2.      Para a autora quais os requisitos exigidos para o profissional de Serviço Social propor ações?

            Segundo ela, é necessário se fazer um estudo detalhado acerca das condições objetivas de vida do usuário e, fundamentalmente, do modo como este constrói relações na realidade social onde vive.

 

3.      Uma das referências para a prática profissional do Assistente Social são as dimensões interativa e investigativa. Como a autora define cada uma dessas dimensões?

      Dimensão interativa: aquela em que se explicita não somente a construção mas a efetivação das ações desenvolvidas pelo assistente social; implica intervenção, conhecer as tendências teórico-metodológicas, a instrumentalidade, os instrumentos técnico-operativos, as habilidades, os componentes éticos e políticos e as condições objetivas da vida do usuário e sua realidade social;

      Dimensão investigativa: compreende a produção do conhecimento, a elaboração de pesquisa e os aspectos analíticos que permitem a intervenção.

      As duas dimensões consolidam a coerência, a consistência teórica e argumentativa, componentes do agir profissional.

 

4.      O não conhecimento ou pouco conhecimento sobre a Lei de Regulamentação da Profissão influencia de que maneira o exercício profissional?

      Pode ser decisivo quando na relação do assistente social com o usuário, de modo que o profissional não poderá conhecer seus limites e suas atribuições sem que estejam identificas as demandas postas pela realidade; o desconhecimento pode não só comprometer o exercício profissional, mas também o lugar ocupado por essa profissão na divisão sócio-técnica do trabalho. Além do mais, fortalece a discussão anterior: um dos principais determinantes do exercício profissional do assistente social é aquele identificado no espaço sócio-ocupacional.

 

5.      A Lei de Regulamentação da Profissão pode ser considerada um instrumento de orientação para a profissão?

( X ) Sim ou (   ) não. Explique sua resposta.

      Esta lei é fruto de um movimento advindo da categoria e balizado pelos órgãos diretivos da categoria, vem consolidar a perspectiva sinalizada/situada pelo Movimento de Reconceituação; ela acompanha o desenvolvimento da profissão no Brasil, estabelecendo com maior clareza os princípios, as competências e atribuições privativas; a lei permite não só a clarificação da competência para o próprio profissional como também serve de instrumento que baliza o exercício profissional para os profissionais de outras áreas, além de esclarecer o papel profissional do assistente social para os empregadores; também pode servir para sinalizar princípios e demarcar a direção que se quer imprimir ao exercício profissional; por esses e outros motivos ela pode sim ser considerada um instrumento, devendo fazer parte da instrumentalidade constitutiva do exercício profissional, sendo importante para fortalecer a dimensão interativa e investigativa presentes na profissão.

 

6.      De acordo com a autora, para entender o que é atribuição privativa do assistente social, primeiro devemos entender o que é PRIVATIVO e ESPECÍFICO. Explique com suas palavras os aspectos que envolvem essas dimensões.

      Específico diz respeito ao que o serviço social realiza, no âmbito de seu raio de atuação e que o diferencia das demais profissões, mesmo aquelas que estão na área das ciências sociais e humanas.

Privativo refere-se a habilidades e saberes que são inerentes ao profissional de serviço social.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEGUIDORES